Troca de tiros e morte no centro de Castanhal



Na tarde de ontem, no centro comercial da cidade de Castanhal, três suspeitos foram baleados durante uma troca de tiros com policias civis e militares. O delegado Temmer Khayat, superintendente da Policia Civil na zona do Salgado, recebeu a informação de que em uma casa de vila, situada na rua Raquel Lemos, entre Francisco Alves e Irmã Adelaide, estariam três assaltantes de residências da mais alta periculosidade.

O delegado Temmer e sua equipe de investigadores fizeram o cerco. Dentro da casa estavam três suspeitos que receberam a polícia na base da bala. Foi solicitado apoio da Polícia Militar. O sargento Do Vale e o soldado Goncalves foram até o local e também foram recebidos a tiros. Os suspeitos foram alvejados durante o confronto. Um deles, mesmo com um tiro no pescoço ainda conseguiu roubar uma motocicleta de uma mulher e fugiu do local. Outro integrante foi atingido nas nádegas e no tórax. Já o terceiro envolvido, identificado apenas como “olho de vidro”, foi o que mais deu trabalho: mesmo baleado correu até a rua Comandante Assis e fez uma pessoa refém. Temmer Khayat, bastante experiente em negociações, fez com que o suspeito se entregasse e o refém foi liberado sem ferimento.

“Olho de vidro” estava baleado no braço direito. Ele foi transferido para o Hospital de Urgência e Emergência Metropolitano de Ananindeua. Enquanto ao comparsa dele, Antônio da Costa Junior, vulgo “Pitbull”, que havia sido alvejado nas nádegas e no tórax; morreu na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) 24 Horas de Castanhal.

Na casa alvo da batida policial foram encontradas duas escopetas calibre 12, uma pistola calibre 380 e um revólver calibre 38, além de farta munição. Ainda no imóvel foram apreendidos coletes balísticos, além de uma TV de 32 polegadas e vários aparelhos celulares, todos de origem duvidosa.


Troca de tiros e morte no centro de Castanhal Troca de tiros e morte no centro de Castanhal Reviewed by Esmael Teixeira on 8/02/2016 Rating: 5

Sem comentários