Sespa recomenda que população se vacine contra febre amarela, São Miguel do Guamá está incluída

Do G1 PA

A Secretaria de Estado de Saúde (Sespa) informou que dos 144 municípios paraenses, 129 estão indicados pelo Ministério da Saúde para vacinação contra a febre amarela. Ainda segundo a Sespa, não foram registrados casos da doença no Estado em 2017 e descarta qualquer situação alarmante, como vem ocorrendo em Minas Gerais.

dose de vacina contra febre amarela em santarem (Foto: Reprodução/ Tv Tapajós)
No Pará, 129 municípios tem recomendação para
participar de vacinação. (Foto: Reprodução/ Tv Tapajós)
Segundo levantamento técnico do Grupo de Trabalho de Zoonoses, da Diretoria de Vigilância em Saúde da Sespa, entre 2010 e 2016 foram confirmados cinco casos de febre amarela no Pará, e três evoluíram para óbito.

A recomendação é que toda pessoa que mora ou vai viajar para regiões silvestres, rurais ou de mata deve se imunizar. A transmissão da febre amarela é tida como possível na maioria das regiões do Brasil entre dezembro e maio.

A vacina contra febre amarela é ofertada no Calendário Nacional do Sistema Único de Saúde (SUS) . As doses podem ser aplicadas a partir dos nove meses de idade, em residentes e viajantes a áreas endêmicas ou, a partir de seis meses de idade, em situações de surto da doença.

As vacinas não são recomendadas para grávidas, crianças com menos de seis meses, alérgicos a ovos e pessoas que vivem em áreas sem registro do vírus. Nos casos de pessoas com mais de 60 anos e pacientes com imunodeficiência, a administração da vacina deve ser condicionada à avaliação médica.

Sintomas

Os efeitos da febre amarela sobre o corpo incluem febre, calafrios, dor de cabeça, dores nas costas, dores no corpo em geral, náuseas e vômitos, fadiga e fraqueza. Em casos graves, a pessoa pode desenvolver febre alta, icterícia (coloração amarelada da pele e do branco dos olhos), hemorragia e, eventualmente, choque e insuficiência de múltiplos órgãos.

Municípios paraenses com recomendação para vacinação contra febre amarela

Abaetetuba, Abel Figueiredo, Acará, Afuá, Água Azul do Norte, Alenquer, Almeirim, Altamira, Anajás, Ananindeua, Anapu, Augusto Corrêa, Aurora do Pará, Bagre, Baião, Bannach, Barcarena, Belém, Belterra, Benevides, Bom Jesus do Tocantins, Bonito, Bragança, Brasil Novo, Brejo Grande do Araguaia, Breu Branco, Breves, Cachoeira do Arari, Cachoeira do Piriá, Canaã dos Carajás, Capanema, Capitão Poço, Castanhal, Chaves, Colares, Conceição do Araguaia, Concórdia do Pará, Cumaru do Norte, Curionópolis, Curralinho, Curuá, Curuçá, Dom Eliseu, Eldorado dos Carajás, Faro, Floresta do Araguaia, Garrafão do Norte, Goianésia do Pará, Gurupá, Igarapé-Açu, Igarapé-Miri, Ipixuna do Pará, Irituia, Itaituba, Itupiranga, Jacundá, Juruti, Limoeiro do Ajuru, Magalhães Barata, Marabá, Marapanim, Marituba, Medicilândia, Melgaço, Mocajuba, Moju, Monte Alegre, Muaná, Nova Esperança do Piriá, Nova Ipixuna, Nova Timboteua, Novo Progresso, Novo Repartimento, Óbidos, Oeiras do Pará, Oriximiná, Ourém, Ourilândia do Norte, Palestina do Pará, Paragominas, Parauapebas, Peixe-Boi, Piçarra, Placas, Ponta de Pedras, Porto de Moz, Prainha, Primavera, Quatipuru, Redenção, Rio Maria, Rondon do Pará, Rurópolis, Salinópolis, Salvaterra, Santa Bárbara do Pará, Santa Cruz do Arari, Santa Izabel do Pará, Santa Luzia do Pará, Santa Maria das Barreiras, Santa Maria do Pará, Santana do Araguaia, Santarém, Santarém Novo, Santo Antônio do Tauá, São Caetano de Odivelas, São Domingos do Araguaia, São Félix do Xingu, São Francisco do Pará, São Geraldo do Araguaia, São João da Ponta, São João do Araguaia, São Miguel do Guamá, São Sebastião da Boa Vista, Sapucaia, Soure, Tailândia, Terra Alta, Terra Santa, Tomé-Açu, Tracuateua, Trairão, Tucumã, Tucuruí, Ulianópolis, Uruará, Viseu, Vitória do Xingu e Xinguara.
Sespa recomenda que população se vacine contra febre amarela, São Miguel do Guamá está incluída Sespa recomenda que população se vacine contra febre amarela, São Miguel do Guamá está incluída Reviewed by Esmael Teixeira on 1/20/2017 Rating: 5

Sem comentários