Acusado de homicídio em São Miguel do Guamá participa de audiência

Foto: Galo Cego | Policia Civil 
O Judiciário de São Miguel do Guamá realizou a audiência de instrução para ouvir as testemunhas de acusação e defesa no processo contra Alam Rodrigo Cruz dos Santos, 20 anos, de apelido "Galo Cego", acusado da autoria de latrocínio (roubo seguido de morte) no ano de 2016.

A audiência ocorreu nesta quarta-feira, 22, ás 11h no prédio do Fórum da cidade. Parentes e amigos da vítima ficaram em frente ao Fórum, enquanto familiares do acusado na lateral do prédio.

Segundo informações, a mãe da vítima  ao avistar o condutor da moto utilizada no crime, passou mal.

Após ouvir ambos os lados, o juiz encerrou a audiência e os acusados do crime foram conduzidos novamente para o presidio. O próximo procedimento será o julgamento dos acusados, ainda sem data marcada para acontecer.

Amigos, familiares e conhecidos interditaram a BR 010 em São Miguel do Guamá como forma de protesto, pneus e pedaços de pau foram usados na manifestação. A equipe da Policia Militar, após conversar com os manifestantes, desobstruíram a via.

PRISÃO E O CASO

A Polícia Civil prendeu o acusado em Barcarena. A prisão dele foi cumprida por policiais civis da Superintendência Regional de Castanhal, da Unidade Integrada de São Miguel do Guamá e da Divisão de Repressão a Furtos e Roubos em decorrência das investigações sobre o paradeiro do foragido. Alan é apontado como autor dos disparos contra o jovem Adan Ollem Rodrigues Bastos durante assalto em que a vítima teve a motocicleta roubada.

O crime gerou uma série de manifestações na cidade em protesto pelo crime. Além de Alam Rodrigo, outros dois estão envolvidos no crime. Um deles é Antônio Hiago Andrade Carmo, 20 anos, que também está preso, apontado como a pessoa que conduziu a moto usada para abordar a vítima e depois deu fuga aos autores do crime. O outro acusado é Jeferson Silva Ribeiro, 21 anos, que foi preso. As investigações foram realizadas pela equipe policial da Unidade Integrada Pro Paz de São Miguel do Guamá que prendeu, com apoio de policiais da Superintendência, Antonio Hiago, logo no dia seguinte ao crime. Ele foi identificado como o responsável em fornecer a arma usada no crime, um revólver calibre 38. As investigações mostraram ainda que o objetivo do grupo era roubar a moto da vítima.


Foto: Antonio Hiago | Policia Civil 
Segundo o delegado Themmer Khayat, da Polícia Civil de Castanhal, a prisão foi realizada durante a operação "Canta Galo". Após o crime, o acusado Alam Rodrigo fugiu de São Miguel do Guamá para o Amapá. Durante as investigações, a equipe policial tomou conhecimento de que o foragido havia se deslocado de barco com destino a Belém. Os policiais civis seguiram então em direção ao porto na capital paraense, onde receberam nova informação de que o acusado havia descido no porto da cidade de Barcarena. Assim, os policiais civis seguiram até o distrito de Vila dos Cabanos, em Barcarena, onde conseguiram prendê-lo em cumprimento ao mandado de prisão da Comarca de São Miguel do Guamá.
Acusado de homicídio em São Miguel do Guamá participa de audiência Acusado de homicídio em São Miguel do Guamá participa de audiência Reviewed by Esmael Teixeira on 2/22/2017 Rating: 5

Sem comentários