Incêndio destrói loja no centro comercial de Castanhal


Por Tiago Silva (Diário do Pará) 

Um incêndio de grandes proporções destruiu uma loja situada no centro comercial da cidade de Castanhal, região do nordeste paraense. Quatro unidades do Corpo de Bombeiros não conseguiram apagar as chamas e evitar a destruição, por falta de equipamentos necessários. O incêndio durou cerca de 3 horas.

Por volta das 10h30min de ontem, policiais militares do Núcleo Integrado de Operações (Niop-190) receberam a informação de populares que uma loja de confecções estaria pegando fogo. A informação foi repassada ao Corpo de Bombeiros, que rapidamente chegou ao local, mas as chamas já estavam altas. Dava de ver a fumaça escura a quilômetros. O fogo se alastrou para o depósito de uma loja de venda de papelaria e material escolar, situada na Maximino Porpino, entre a paz de Carvalho, Barão do Rio Branco e Quintino Bocaiuva.

A água da bomba tanque dos bombeiros acabou no momento em que tentavam controlar o fogo. Então tiveram que deixar o local para abastecer de água a viatura. Nesse curto intervalo, o fogo passou para dentro da loja, onde o incêndio foi maior, devido aos objetos de papel e de plástico que estavam nas prateleiras, além de fogos de artificio e “bombas de São João”. Foi preciso acionar reforço dos bombeiros de São Miguel do Guamá e Santa Izabel do Pará. Até homens do quartel de Capanema foram vistos no local tentando controlar o fogo, que também acabou atingindo a lateral de outra loja do ramo de venda de roupas infantis. O próprio comandante geral do Corpo de Bombeiros, coronel Zanelli, esteve acompanhando a situação de perto.

A viatura dos bombeiros de Santa Izabel sofreu problemas mecânicos e ficou inoperante As chamas só foram apagadas com a chegada de um “carro pipa” particular com 26 mil litros de água. “Isso é uma vergonha para o Governo do Estado! Quatro unidades dos bombeiros não conseguiram apagar o fogo, por causa de falta de equipamentos necessários. Foi preciso chegar um ‘carro pipa’ particular. Se não, talvez iria pegar fogo no quarteirão inteiro”, comentou com tom de revolta um dos comerciantes.



O serviço de resfriamento terminou às 13h30mon, aproximadamente. Incêndio em grandes proporções, a água da viatura serve para iniciar o combate. O restante tem que ser dos sistemas preventivos das lojas e hidratantes da cidade. É necessária muita água para o combate a incêndio. A maior viatura com água só tem capacidade de 30 mil litros, que é a carreta tanque e que em todo o Estado só existem duas, sendo uma no Comando Geral do Corpo de Bombeiros e outra no Quartel dos Bombeiros da Cremação, em Belém.
Incêndio destrói loja no centro comercial de Castanhal Incêndio destrói loja no centro comercial de Castanhal Reviewed by Esmael Teixeira on 7/04/2017 Rating: 5

Sem comentários